quinta-feira, abril 14, 2011

GASTROSTOMIA ENDOSCÓPICA

"A Gastrostomia Endoscópica é indicada para pacientes que, por diversas razões, não têm capacidade de se alimentar de forma satisfatória, devido a distúrbios de deglutição necessitando, desta forma, de um suporte nutricional por longo período, por apresentarem em situação de risco nutricional.

Geralmente é realizado em pacientes com seqüelas de acidente vascular cerebral (derrame), doença de Alzheimer, mal de Parkinson, síndrome de West, demência senil, tumores da cabeça e pescoço, tumores no esôfago ou estômago, entre outras indicações.
(No caso do Breno, foi indicado a Gastrostomia por conta da prematuridade dele que faz com que ele gaste muita energia (peso) DEGLUTINDO os alimentos. Com a Gastro, podemos dar o complemento durante a noite. Sempre passo pelo equipo leite integral com Calogem, pois qualquer tipo de engrossante entope o equipo. No caso dele não aceitar qualquer refeição durante o dia, passo pela ciringa diretamente na Gastro o alimento. Dessa forma ele fica sem perder nenhuma refeição e com isso ganha peso rapidamente. )

Exemplo de equipo para nutrição (ele é azul e mais grosso do que o de soro normal):



Exemplo de Frasco para nutrição:



Em conclusão, a gastrostomia endoscópica (que é o caso do Breno) é uma técnica segura, com baixa incidência de complicações. Pode ser realizada em ambulatório, no leito do paciente ou em centro de terapia intensiva e a sua indicação deverá ser a mais precoce possível.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DA GASTROSTOMIA ENDOSCÓPICA ?
A maioria destes pacientes teriam que conviver com uma sonda posicionada através do nariz até o intestino (sonda nasoenteral) para infusão de dietas especiais, estando sujeitas às suas complicações e necessidades freqüentes de troca das mesmas. Através da endoscopia podemos posicionar uma sonda especial através da parede abdominal diretamente no estômago (gastrostomia), facilitando os cuidados com a mesma, ampliando o leque de opções alimentares para a família, reduzindo as complicações pulmonares e devolvendo a auto-estima dos pacientes, já que a sonda fica por baixo das roupas, facilitando o convívio social.


COMO É REALIZADA A GASTROSTOMIA

            Gastrostomia Convencional
·         Exige anestesia geral, grande incisão abdominal e internação hospitalar prolongada.
Gastrostomia Endoscópica
·         O procedimento é realizado na sala de endoscopia apenas com anestesia local, sem dor para o paciente e com uma mínima incisão no abdomem para passagem da sonda.


ACOMPANHAMENTO APÓS A GASTROSTOMIA
Por uma equipe multidisciplinar acompanhada de: fonoaudióloga, nutricionista, fisioterapeuta e profissional treinado para verificar periodicamente o boton.
O Cuidado é de suma importância para evitar infecções, tais como: granuloma e queimaduras provocadas pelo suco gástrico, normalmente causados pela falta de higienização ou vazamento no local do boton."

"Só recentemente descobri que há, na Internet, material da melhor qualidade apresentando o bottom em suas características e funcionamento. Trata-se de um vídeo que está no site da Kimberly Clark, produtora do bottom mais comumente usado no Brasil, o MIC-KEY. Como eu jamais poderia mostrar melhor o produto, segue o link para quem estiver interessado em desmistificar este bicho-papão: http://kchealthcare.or-live.com/digestivehealth/enteralfeeding/patients/life_mic_key_video.cfm. O áudio é em inglês, mas as imagens são de tal forma auto-explicativas que mesmo quem não domina a língua entende a mensagem com perfeição.
Para deixar o bottom um pouco mais fixo e manter a pele ao seu redor sempre sequinha e protegida, fui aperfeiçoando um curativo que garantiu à Teodora uma barriguinha linda.

Aí vai o passo-a-passo:

1) Sobreponha duas gazes extra-absorventes (elas têm o aspecto de um "perfex", com a trama bem fechadinha, e podem ser encontradas em casas de material cirúrgico).
2) Depois, dobre o seu quadradinho ao meio, formando um retângulo. E ao meio outra vez, formando um quadrado bem pequenino.

3) Na pontinha onde está todo o tecido unido, faça um cortezinho em formato ligeiramente arredondado.

4) Desdobre. Seu quadradinho terá um pequeno orífício no meio.
5) A partir do lado aberto da gase, faça um corte para chegar até o furinho feito com a tesoura.

6) Depois de dar um banho gostoso em seu filho ou paciente, enxugue com muito capricho a pele ao redor e sob o bottom ou da sonda, usando gaze para chegar aos cantinhos mais escondidos.
7) "Vista" o curativo ao redor do bottom.
8)Feche a abertura com um pedacinho de micropore.
9) E pronto. No primeiro (e talvez no segundo) mês após a colocação do bottom, pode ser necessário trocar o curativo algumas vezes ao dia, pois a pele ainda estará muito sensível. Quando a cicatriz "envaginar", uma troca ao dia, preferencialmente após o banho, será suficiente para uma pele saudável."

2 comentários:

  1. É muito bom encontrarmos pessoas humanas que pensam no bem estar de outras e compartilham suas experiências. As informações aqui prestadas são como faróis de carros direcionados para trás a iluminar os caminhos daqueles que ainda estão se deparando com situações antes inimagináveis. Obrigada pela força que este blog meu concedeu.Mª Angelica, Duque de Caxias/RJ.

    ResponderExcluir
  2. valeu pela dica vc me ajudou muito um super obrigado!!!

    ResponderExcluir