segunda-feira, maio 30, 2011

A DIETA PELA GASTRO PROVOCA NÁUSEAS ????

Resolvi publicar sobre esse tema assim repentinamente porque recebi um post de uma amiga virtual muito querida ... a mãe da Abençoada Maluzinha!!!!!
Já comentei dela antes ..... Uma guerreira também !!!

A Silvana, mãe da Malú me escreveu dizendo que ainda está com a filha dela no Hospital e por isso está sem tempo de me escrever contando novidades. Porém, me escreveu com uma dúvida muito comum entre famílias que tem filhos com gastro.

Ela me disse que a Malú toda vez que recebe a dieta dela pela gastro (GTT), engasga muito, fica bastante nauseada! Com o Breno isso não costuma acontecer, a não ser com alimentos mais sólidos!
Ela está muito aflita pois ela fica super cansada depois das dietas e isso acaba interferindo no peso dela e ela não ganha peso.

Pesquisei algumas coisas e resolvi postar !!!!

"A dieta enteral pode ser administrada por método intermitente ou contínuo.
Na administração intermitente o volume a ser administrado varia em torno de 350 ml/vez, de 4 a 6 vezes ao dia. A introdução da alimentação pode ser feita com uma seringa, com fluxo lento, para evitar a ocorrência de náuseas, diarréia, aspiração, distensão e cólicas.
A melhor forma desse tipo de administração é o gotejamento por gravidade, num período de 20 a 30 minutos, ou por bomba de infusão.
A administração contínua pode ser feita por meio de gotejamento gravitacional. Neste caso, deve-se estabelecer rigoroso controle do gotejamento (aproximadamente a cada 30 minutos). A maneira mais segura é a administração por meio de bomba de infusão,com fluxo de gotejamento constante - mais indicada quando do uso de sondas enterais transpilóricas, haja vista que o duodeno e o jejuno são mais sensíveis à concentração e ao volume do que o estômago.

Durante toda a administração da dieta e até aproximadamente uma hora após, o paciente deve ser posicionado - e mantido - com o tórax mais elevado que o resto do corpo, o que evita a ocorrência de refluxo gástrico e aspiração. Lembrar sempre que os pacientes muito debilitados e inconscientes apresentam maiores riscos de broncoaspiração. Após a alimentação intermitente, lave a sonda com 30 a 50ml de água, para remover os resíduos aderidos à parede interna, evitando sua obstrução.O controle do peso dos pacientes pode ser feito diariamente, a cada 48-72 horas ou uma vez por semana, variando conforme a necessidade frente ao distúrbio que apresentam e a utilização desse dado para modi-
ficações da terapêutica utilizada (alteração de doses medicamentosas, tipo ou freqüência da dieta, entre outras situações).
A observação de sinais, sintomas de intercorrências e complicações e o adequado registro dos dados são outros cuidados indispensáveis a serem observados pela enfermagem.

ATENÇÃO COM:
Posicionamento inadequado da sonda
Posicionamento inadequado do paciente
Tosse e vômito excessivo
Administração de volume em excesso
Estado
de inconsciência ou debilidade

muito grande
Avaliação da posição da sonda
Sondas calibrosas aumentam o risco de refluxo
gástrico
Elevação da cabeceira do paciente
Administração gota a gota ou em bomba de infusão
Sugerir a troca da sonda nasogástrica por sonda
nasoenteral ou transpilórica
Comunicar o fisioterapeuta se houver
acompanhamento por parte deste profissional"

É importante também o acompanhamento com uma FONOAUDIÓLOGA !!!!!!!

quarta-feira, maio 18, 2011

Giovanna - Mais uma prova de que milagres acontecem!


Olhem só que princesa mais linda!
Que olhar de gratidão pela vida........ simplesmente um presente de Deus não só à mamãe Adriana. Mas a todos nós seres humanos que acreditam no poder divino que restaura, que cura e que opera milagres.

A Dri me achou pelo blog e nos tornamos amigas de e-mail. Ela acompanha o Blog do Breno também e hoje pela manhã me mandou fotos da sua princesa "Gigika" (é assim que ela a chama :) )
A Gigika é um bebê que também é muito especial, que assim como o Breno nasceu prematura dia 25/10/2010 com 25 semanas (780 gramas, 31 centímetros) e permaneceu na UTI Neonatal do Hospital e Maternidade Sta. Joana em São Paulo por "intermináveis" 87 dias !!!!

Hoje após 3 meses de sua alta, já está com 5 Kgs e 60 centímetros!!!
Um vitoriosa mesmooooooooo.
Parte dessa vitória vem de sua família que sempre acreditou que ela superaria qualquer obstáculo! O amor realmente CURA e a fé também !!!

Faço da Dri, minhas palavras:

"Temos em nossas vidas presentes mais do que especiais, temos a prova do milagre por meio da fé.
De cada obstáculo ultrapassado por nossos filhos, sempre foi em primeiro lugar, a nossa esperança e depois a nossa certeza, que tudo daria certo!
Dos 87 dias da Gigika na UTI, nunca duvidei da sua coragem e da sua garra de viver, por mais difícil q fosse o quadro clínico.
Tudo deu certo, então, vamos celebrar cada instante de vida dos nossos filhotes!!!!!!!!!!!!!"

Breno,
Vc é mto especial e veio para mostrar que querer, poder e conseguir é o seu lema.
Que o Papai do Céu lhe dê saúde e mta paz!
Seu blog é sensacional!
GUERREIRO VITORIOSO!!!"

terça-feira, maio 17, 2011

MEU FILHO NÃO COME !!!

 

 Sinceramente, tá complicado fazer o Breno comer por boca.

Agora que ele aprendeu a dizer NÃO com a cabecinha... shiii ficou praticamente impossível. Não há "Galinha Pintadinha" que nos ajude!
Procurei na net algumas informações com relação à esse tema. Encontrei pouca coisa, mas a mais interessante resolvi postar. Na verdade p Breno precisa de alimentos "Hipercalóricos" e não há nada na net que me ajude a encontrar alimentos saudáveis porém, calóricos pra ele (como por exemplo gema de ovo, abacate...).
Ainda estamos utilizando durante a madrugada a Gastro como complemento. Deixo correr o Leite Paulista com um pouco de Calogem (Support). Segundo o Pediatra dele (Dr. Paulo Telles) iremos tentar fechar a gastro em breve! Assim que o Breno comer melhor por boca, ganhar peso e não precisar do complemento!!!
Uma das maiores reclamações das mães nos consultórios pediátricos é: MEU FILHO NÃO COME!
Cabe ao médico analisar cada caso e se isso tem fundamento ou não. 
Quando as crianças se recusam a comer determinados alimentos ou não comem NADA, a tendência é que os pais entrem em desespero.
Torna-se rotina os choros, brigas e horasss perdidas à mesa no intúito de fazer com que os pequenos comam pelo menos UM POUQUINHO !
A falta de apetite é normal entre crianças de dois a oito anos. Na maioria das vezes não existe razão para se perder a cabeça, é preciso saber quando essa falta de apetite pode prejudicar a saúde da criança.
"A falta de apetite pode ser provocada por inúmeras razões, desde dificuldades de mãe e fi lho na amamentação até fatores psicológicos e doenças crônicas." (pediatra e nutrólogo Mauro Fisberg)
O especialista reforça que é normal que as crianças em idade pré-escolar tenham suas preferências, e que, se isso não se prolongar, não há razão para desespero. Casos de crianças que só comem alimentos considerados "porcarias" também não são motivo para pânico. "Quem disse que um miojo, por exemplo, é uma porcaria? É um macarrão que, se preparado de forma correta, até mesmo com verduras e legumes, pode se tornar uma refeição completa."

Refeição sem graça:


A nutricionista Adriana Martins de Lima, da Nutrociência Assessoria em Nutrologia completa:
"Não acho graça em comer." É assim que Mariana Cintra resume a dificuldade em alimentar a filha, de cinco anos. A pequena é uma criança seletiva, que aceita apenas alguns tipos de alimentos em detrimento de todos os demais. A mãe conta que a filha tem fases; há períodos em que a única coisa que come é macarrão, por exemplo. Depois enjoa e não quer mais de jeito nenhum. "A gente vê que ela come por obrigação, nunca por prazer."

O mais cansativo, segundo Mariana, não era apenas o fato de a menina comer pouco, mas também o tempo que ela demorava nas refeições. "Desde que ela começou a comer papinha, aos seis meses, eu tentei todos os tipos de combinações possíveis para ver se ela comia melhor." A alternativa encontrada pelos médicos foi a introdução de um suplemento alimentar, que deixou Mariana mais tranquila em relação à situação da filha.

"Nunca fui uma mãe desesperada, mas imagine quantos cabelos brancos eu ganhei por causa da falta de apetite dela. Ela continua sendo seletiva, mas com o acompanhamento do pediatra eu me sinto mais tranquila", conta.


Complementar a alimentação com suplementos foi a solução encontrada no caso de Adriana. Mas antes de achar que essa é a única solução, as mães devem atentar a uma série de fatores - inclusive, como já foi dito, que "comer pouco" ou "comer mal" são conceitos muito relativos. "Só quem pode dizer se a criança precisa ou não de algum suplemento ou vitamina é o pediatra. Fora isso, só se pode ter paciência", afirma Mauro Fisberg.

A nutricionista Adriana Lima dá a dica de como fazer as crianças comerem melhor: "Os filhos seguem o exemplo dos pais. Se os adultos não comem legumes e verduras, é claro que as crianças não vão comer. Antes de qualquer coisa, é preciso dar o exemplo."


Por que eles não comem?

"Fisberg conta que as crianças se dividem em sete grupos, e que cada um deles deixa de comer por um motivo diferente. Conheça as razões abaixo:

1) Cólica exacerbada: bebês com muitas dores costumam ter pouco apetite.
2) Doenças orgânicas: podem afetar a fome dos pequenos desde o berço.
3) Fobias: acontecem com crianças que sofreram algum tipo de trauma em experiências relacionadas à alimentação e que perdem a vontade de comer.
4) Seletividade: são crianças que querem exercer suas vontades próprias, selecionam os alimentos favoritos e preterem os demais.
5) Hiperagitação: para crianças hiperagitadas, comer é uma perda de tempo. Elas agem como se tivessem  mais o que fazer do que sentar à mesa e comer uma refeição.
6) Negligência: são os pequenos que não são bem cuidados pelos responsáveis e se tornam apáticos e deprimidos.
7) Reações sensoriais: a criança tem nojo da consistência de alimentos, como purê de batatas, por exemplo."


Ref. Renata Cavalcante/ Fotos: Marinheiro Manso
Publicação: Janeiro 2010 - Edição: 35

segunda-feira, maio 16, 2011

Tatiana (Mãe Cauã) Post Especial

Esse post vai especialmente para a Tatiana, mãe do Cauã que é prematuro de 30 semanas, atualmente com 10 meses.
Ela me contou que esta lutando a 2 meses para conseguir a "bendita" dose da Synagis, mas a cada ligação o setor de imunização fornece uma desculpa diferente.
O Cauã é cardiopata além de prematuro moderado (de 28 a 32 semanas).
Hoje, a Raquel (nova visitante do Blog do Breno) me informou que ela tem gêmeos e está tentando conseguir a dose da vacina Synagis. Caso dê certo irá sobrar uma dose, a qual ela poderá disponibilizar para o Cauã.

Por esse motivo preciso do contato URGENTE da Tatiana!!!!

PS) Se tornando SEGUIDOR do Blog do Breno, a comunicação é mais fácil com todas as mães q me escrevem, com dúvidas, sugestões e pedidos. É fácil se tornar SEGUIDOR:

"Tutorial 1 - Quando entrar em um Blog, terá a seguinte tela abaixo. Você precisará ter uma conta de email no Gmail que é a conta do Google, isto quer dizer: Se você tiver Orkut, ou email do Gmail, ficará mais fácil de se tornar seguidor. Bom, de qualquer forma, tente! Pois sei de alguns casos que pessoas mesmo não tendo conta no Google conseguiram. Quando encontrar a imagem abaixo, é só clicar no botão escrito SEGUIR. Veja a imagem:


2° - Assim que clicar irá abrir outra janela. Onde vai te pedir para confirmar se quer SEGUIR este Blog. Basta clicar onde está indicado. Poderá visualizar também os seus dados, como foto, nome. E você também pode optar por seguir publicamente ou seguir de maneira privada. Veja na imagem abaixo:



3° - Assim que você clicar já se tornou seguidor do Blog. Na imagem abaixo, veja que a próxima janela que abre é de confirmação, de que você já se tornou um seguidor. E com isso irá receber as atualizações do Blog a cada postagem, poderá visualizar sempre no momento que eu estiver postando.


Atenção! Se você não conseguiu se tornar seguidor, através do tutorial acima, é por que sua conta do Gmail, ou seja, do Google não está ativada. Ou pode ser também que não tenha nenhuma conta do Google. Se isso ocorrer, pode seguir esta outra forma de também se tornar um seguidor.



Tutorial 2 -Clique no botão SEGUIR. Como mostra a figura abaixo:

- Em seguida irá abrir uma nova janela, te pedindo para fazer um login, na sua conta de email. Porém somente a conta do email do Gmail, ou de sua conta do Orkut

- Assim que entrar, irá abrir novamente uma nova janela. Observe, pois há várias contas, como o Google, Yahoo, Netlog. Escolha o tipo de conta que deseja se conectar, e se tornar um SEGUIDOR, e clique em uma delas.


- Assim que clicar irá abrir outra janela. Onde vai te pedir para confirmar se quer Seguir Este Blog. Basta clicar onde está indicado. Poderá visualizar também os seus dados, como foto, nome. E você também pode optar por seguir publicamente ou seguir de maneira privada. Veja na imagem abaixo:



- Assim que você clicar já se tornou seguidor do Blog. Na imagem abaixo, veja que a janela mostra a confirmação, de que você já se tornou um seguidor. E com isso irá receber as atualizações do Blog a cada postagem, poderá visualizar sempre no momento que eu estiver postando.

Importante: Não se esqueça que para seguir através deste método, é necessário que tenha uma conta no Google, Gmail, ou no Orkut. Possuindo uma conta, pode se tornar um SEGUIDOR de qualquer Blog"


Ref. http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:WwhPORn1sgIJ:www.scrapsgospel.com/2009/08/como-se-tornar-seguidor-do-blog.html+como+se+tornar+seguidor+de+um+blog&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&source=www.google.com.br

sexta-feira, maio 13, 2011

NOSSA SENHORA DE FÁTIMA


Hoje eu não poderia deixar de lembrá-los que é dia de Nossa Senhora de Fátima.

Obtivémos um grande milagre dessa fabulosa Santa e jámais nos esqeceremos desse dia e de sua importância em nossas vidas.

No ano passado, eu chorava muito abraçada à minha mãe, quando recebemos uma ligação de uma grande amiga chamada Cida Carvalho (Demarest), ela nos fez lembrar que era dia de Nossa Senhora de Fátima, se rezássemos por ela pedindo uma graça, ela nos atenderia.
Ajoelhei no banheiro do Hospital e pedi pra que Deus me ensinasse a rezar, pois precisávamos presenciar um milagre naquele dia.

Nossa Senhora de Fátima nos atendeu.
Nosso filho voltou de 4 paradas cardíacas na manhã do dia 13 de maio de 2010, os médicos já haviam desenganado nosso pequeno.

Acredite no poder da sua fé, dê seu coração à Deus e não se arrependerás jámais!


Santíssima Virgem Maria, que nas regiões de Fátima vos dignastes revelar,
aos três pastorzinhos, os tesouros de graças que podemos alcançar rezando o santo rosário
Ajudai-nos a apreciar sempre mais essa oração a fim de que, meditando os mistérios da nossa redenção, alcançaremos as graças que com insistência vos pedimos.
Senhora de Fátima, olhai para as famílias do nosso imenso Brasil e para as suas necessidades. Vede os perigos que as cercam em todos os momentos, e sede a mãe sempre presente.
Sede a nossa intercessora junto ao Pai e ao Filho e ao Espírito santo e alcançai-nos a graça que hoje vos pedimos.
Nossa Senhora de Fátima, Rogai por nós!



Com carinho,
Vivian, Márcio e Breno !

quarta-feira, maio 11, 2011

O bebê-conforto ficou pequeno !!!!! E agora ???

Esses dias reparei que o bebê-conforto do Breno (vide foto abaixo) ficou pequeno da noite pro dia...rs !
Os pézinhos dele já não cabem mais dentro do bebê-conforto pois ele fica virado para o banco traseiro. Ele fica todo apertadinho com as perninhas cruzadas tipo índio!!!


Ahh logo ví que algo estava errado, corri na net para pesquisar! Ví que eu realmente tinha razão!
Existem basicamente dois tipos de bebê-conforto, um que a base fica fiza e o outro que se solta da base. Ambos ficam presos ao carro pelo cinto de segurança, atravessando dois ou três pontos.

- O modelo da base removível é mais prático pois você não precisa soltar o cinto cada vez que retira o bebê-conforto do carro. Ele fica preso à base por uma trava. Quando você for descer do carro, basta soltar a trava, sem que a criança precise ser acordada e encaixá-lo no carrinho de passeio (nesse caso no conjunto).

Nos dois casos, por questão de segurança, é recomendado que o bebê-conforto seja afixado no assento do meio virado de frente para o encosto do banco traseiro , com o bebê de costas para o motorista (Já existem em diversas lojas espelhos para colocar no vidro traseiro, assim você consegue ver o rotsto do bebê).

A dica é que o bebê-conforto pode ser usado para recém-cascidos de até 9 quilos. Após esse peso é recomendado o uso da cadeira apropriada que, aí sim, é virada de frente para o motorista e pode ser colocada atrás do banco do motorista.

Muito mais que a idade, o importante e o que mais interessa é o peso e a altura do seu filho.

Muitas mães compram nessa fase a cadeira para crianças de 9 a 36kgs e acham que estão fazendo um bom negócio, porque o produto "acaba durando mais". Porém, quando a criança pesa por volta de 10 kgs ela ainda é muito pequena e, se a cadeira do carro for muito ereta, o bebê desmonta se dormir na cadeira. Muitas vezes fica com o pescoço todo torto depois que dorme sentado.
A cadeira apropriada acaba sendo um pouquinho mais cara, mas a vantagem é que reclina mais e possui mais proteções na cabeça e no corpo, além de ser mais fofinha para sentar.

É MESMO NECESSÁRIO O USO DA CADEIRINHA NO CARRO?

O uso da cadeirinha de carro é obrigatório no Brasiil, conforme determinação do Conselho Nacional de Trânsito. Quem desobedecer é punido com multas, e além disso o que acaba sendo mais preocupante não é a multa, mas sim a segurança do seu bebê.

Segundo estudos, a maioria dos acidentes acontece perto de casa, em ruas onde a velocidade não ultrapassa 60km/h. Nosso corpo é frágil, e as cadeirinhas são projetadas para nos segurar nos pontos mais resistentes do nosso organismo para que a gente tenha o mínimo de ferimentos internos.
Temos que acostumar nossos filhos desde pequeno a sempre usar a cadeirinha, dessa forma ele não vai estranhar, vai simplesmente aceitar que é assim que devemos agir antes de dar a partida no carro.


Leia abaixo os principais pontos da resolução do Contran:

  • Crianças de 0 a 1 ano têm que usar bebê-conforto ou poltrona reversível voltados para a traseira do veículo.
  • Crianças de 1 a 4 anos têm de usar cadeirinha.
  • Crianças de 4 a 7 anos e meio têm de usar assento de elevação, ou “booster”, com o cinto de segurança de três pontos do carro.
  • Crianças de 7 anos e meio a 10 anos devem viajar no banco traseiro com o cinto de segurança do veículo.
  • Se houver mais de três crianças abaixo de 10 anos no carro, a mais alta pode ir no banco da frente com o dispositivo de retenção adequado (cadeirinha ou booster, se tiver menos de 7 anos e meio) para sua altura e peso. O mesmo se aplica a carros que não tenham banco traseiro. No caso de haver airbag, o banco do carro deve ser afastado para trás o máximo possível. Nesse tipo de situação, fica vedado o uso da cadeirinha virado para trás (no caso de bebês).

terça-feira, maio 10, 2011

APGAR

Por acaso você sabe como é calculado o APGAR do seu bebê assim que ele nasce?


É comum ouvir pelo corredor das maternidades uma pequena competição entre pais e mães para quem teve o APGAR mais alto... pudera!
Mas no fundo mesmo, quase ninguém sabe o que significa o "tal" APGAR.
Parando pra pensar, não me lembro de ter ouvido o Breno chorar na hora do parto. Alíás, pensei que por ser tãoooo prematuro ele nem choraria alto. Lembro vagamente da Dra. Sônia Ishihara (minha obstetra) pálida, nervosa e apreensiva realizando o parto com a assistente dela e do nada o anestesista falando alto e em bom tom:
"- Dra, o bebê tá nascendo........"

O Breno literalmente escorregou, parto normalíssimo, sem nenhum ponto em mim. Meu pequeno era tãooo pequeno que nem deu tempo direito de olhar pra ele. Saíram correndo com ele para o UTI Neonatal e lá ele ficou até que eu fosse vê-lo pela primeira vez (em torno das 10:00am do dia 02/01/2010).

Por incrível que pareça o APGAR do Breno foi alto: 8 / 9. Na realidade àquela altura essa numeração foi completamente irrelevante para o contexto em que vivíamos.

Para melhor explicar, peguei um trecho do livro Preemies - Second Edition (assim como minha colega Monica em seu blog).

"O teste de Apgar foi desenvolvido pela Dra Virginia Apgar na década de 1950. Ele analisa cinco aspectos do recém-nascido: batimentos cardíacos, respiração, reflexos, tônus muscular e cor da pele. Para cada um desses sinais é dada uma nota de 0 a 2.

Nem sempre os prematuros têm baixas notas de Apgar mas, na prática, é normal que aconteça. Quanto antes o bebê nasce, maiores as chances do Apgar ser baixo, devido à imaturidade. Bebês nascidos a termo também podem ter baixos escores de Apgar.

A primeira avaliação (que significa o primeiro número) é feita exatamente no 1º minuto de vida. Claro que se o bebê precisar de cuidados urgentes, como massagem cardíaca ou oxigênio, a avaliação é feita depois. A segunda avaliação é feita após 5 minutos. Em alguns casos é repetido em 10, 15 e 20 minutos para avaliar se o bebê está melhorando ou piorando.

A avaliação não serve para prever o desenvolvimento do bebê ou se ele terá ou não alguma sequela ou como ele se sairá ao longo da jornada.

É muito cedo para saber o que o futuro reserva ao seu bebê. Logo você irá descobrir informações muito mais detalhadas. Não se foque no Apgar, porque para um prematuro as coisas são muito mais complexas do que contar até 10."

Trechos do Livro Preemies - Second Edition, editora Gallery Books, escrito por Dana W. Linden, Emma T. Paroli e Dra Mia W. Doron. Traduzido livremente por mim.

quinta-feira, maio 05, 2011

CineMaterna



Fui convidada pela Vivi (madrinha do Breno) para irmos Sábado no CineMaterna!
Ameiiii a idéia!
Estamos escolhendo o filme rs...

Pra quem ainda não conhece, "CineMaterna são sessões de cinema para mães com bebês de até 18 meses. Papais e acompanhantes são bem-vindos também! Os filmes são para a diversão dos adultos, e as salas de cinema são equipadas para acolher os bebês com todo o conforto: som reduzido, trocador na sala, ar condicionado mais suave, ambiente levemente iluminado. E depois de cada sessão sempre tem um gostoso bate-papo!

As sessões acontecem em diversas cidades do Brasil. Cada filme é escolhido pelo público através de enquetes semanais, que podem ser acompanhadas pelo site junto com a programação.

Cadastre-se no link abaixo para receber as enquetes via e-mail e votar nos filmes!

Nas sessões CineMaterna som é reduzido, há trocadores na sala, as luzes ficam um pouco acesas, o ar condicionado é fraco e há um tapete de atividades e brinquedos em frente à tela, para os bebês que sentam e engatinham;

Após a sessão, o público é convidado a seguir para um café, onde acontecem animados bate-papos e muita interação"

http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:652SZ-1YQZ8J:www.cinematerna.org.br/web/ConhecaProjeto.aspx+CINEMATERNA&cd=3&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&source=www.google.com.br

quarta-feira, maio 04, 2011

PEDIATRA X PAPAI, MAMÃE E BEBÊ !!!!




Encontrei uma postagem SUPER interessante no Blog de uma nova amiga e não pensei duas vezes em mencioná-la no Blog do Breno.
Link: ( http://www.projetopequenosguerreiros.com/): Monica mãe de Beatriz.

Fazia tempo que eu procurava tentar me expressar com relação à essa importante relação entre Pediatra e nós pais juntamente com nossos pequenos.
Me inspirei na postagem da Monica, mãe da Beatriz, que possui um Blog muito informativo e interessante.
Ela cita as obrigações, direitos e limites dessa relação.

É de costume os pais, antes do nascimento da criança já terem indicações de profissionais (pediatras) que levarão seus filhos. 
No nosso caso, pais de bebês prematuros, é praticamente impossível se preocupar com esse assunto tão cedo. Normalmente optamos por "NEONATOLOGISTAS" que acompanharam nossos filhos na UTI Neonatal, durante o período de internação.
Mas, como a Monica mesmo cita : " -Ué? Não estávamos falando de Pediatra? Quem é o Neonatologista?
A neonatologia é uma especialidade dentro da pediatria. São profissionais que se dedicam aos recém-nascidos, principalmente os nascidos antes do previsto. Todo Neonatologista é um Pediatra, portanto!" Adorei essa citação dela, por isso nem mudei suas palavras! Fantástico!

No meu caso, fiquei segura na escolha do Pediatra do Breno, pois foi um Neonatologista que o acompanhou na UTI NEO do Hospital Sta. Catarina.

Seu currículum é recheado, vasto e cheio de experiências. Além de contatos, ele possui histórico e boas indicações, além de ser um ser humano fora do comum.
Sem rasgações de seda, mas como mãe e meu marido como pai, temos certeza de que ele é o melhor na área. Não deixa à desejar...... 

Para bebês prematuros, as consultas são mais freqüentes, logo após a alta costumam ser semanais ou até mesmo em intervalos menores de tempo.

Deixo todassss as minhas dúvidas anotadas e quando chego pra consulta vou calmamente perguntando uma por uma. Sei que muitasss delas são banais, mas até essas são indispensáveis!

"Devo confiar cegamente no Pediatra? Questão delicada. Este, mais uma vez é o ideal. Porém, quando se lida com seres humanos, falhas existem. E médico é um ser humano, que se cansa, se estressa, se irrita e tem família, como toda pessoa! Siga, sim, as orientações do profissional que você escolheu. Mas procure se informar, pesquisar, ler, conversar com outros pais, conversar com seus pais, avós e tios. Faça um apanhado destas informações, leve ao Pediatra, discuta, indague e siga sua intuição e bom senso."

Acho indispensável um contato próximo com o pediatra, o Dr. Paulo Telles nos fornece o celular dele, da esposa (que também é pediatra) e do consultório (como de costume). O celular dele sempre esta ligado e quando ele não pode responder ele nos encaminha SMS. A comunicação é perfeita!

 "O ideal é saber aonde encontrá-lo em caso de EMERGÊNCIA. Sim, emergência mesmo." Costumamos nos esquecer de que médico também é gente e que também tem vida particular (aquela que vai além do consultório... rs) por isso, evite ligar à toa. Mande e-mail´s quando não for tãooo urgente ou marque uma consulta, um encaixe dependendo da gravidade.

Sei, tanto quanto a Monica, que às vezes abuso, mas também procuro me controlar. E almejo que a relação entre minha família e ele perdure por muitos tempo ainda... porque logo logo o Breno vai precisar de um irmãozinho ou irmanzinha... quem sabe !!!!

Pediatra do Breno:
Dr. Paulo Nardi Telles
Neonatologista
Telefone: 11 3256 3206 (consultório)

segunda-feira, maio 02, 2011

TESTE DE TELLER

Hoje levamos o Breno ao Oftalmologista!
Foi detectado pela Dra. Aline que o astigmatismo (Para as pessoas que sofrem de astigmatismo todos os objetos próximos e longes ficam distorcidos.) do Breno aumentou. Por conta disso ela solicitou um exame chamado TESTE DE TELLER.

Procurei sobre o exame e achei importante postar:

"O exame oftalmológico é feito de maneira completa em crianças de qualquer idade. O que varia é a maneira de proceder o exame.
Para medir a visão de bebês, o oftalmologista faz a acuidade visual pelo método olhar preferencial ou TELLER. Este método foi especialmente desenvolvido para quantificar a visão de crianças abaixo de dois anos de idade (pré-verbais) e dispensa a informação verbal da mesma.

O que são Cartões de Teller?Quando olhamos para uma parede, os olhos são atraídos primeiro para manchas, riscos ou quadros existentes nela. Os cientistas, percebendo isso, desenvolveram uma maneira de medir a visão do bebê, que segue este mesmo princípio.
Este teste passou a ser denominado olhar preferencial por Cartões de TELLER, pois é realizado através de cartões com listras contrastantes (foto ao lado).
Estes cartões são feitos com rigor técnico onde o contraste é sempre o mesmo. As listras brancas e pretas obedecem um cálculo matemático denominado “ciclo por centímetro”. O teste baseia-se na observação das crianças que tendem a olhar mais para uma tela com listras pretas e brancas do que para uma superfície homogênea.

Como é o exame pelo método Teller?O teste leva de 20 a 30 minutos. É realizado em uma sala especialmente projetada, discreta, sem atrativos que despertem a atenção do bebê e com uma iluminação rigorosamente regulada através de um fotômetro.
O examinador sempre começa o exame pelo cartão sugerido para a idade da criança.
Os cartões são apresentados normalmente atrás de um biombo, que deverá ter as mesmas cores dos cartões.
São mostrados cartões com listras cada vez mais estreitas, até que a criança não manifeste nenhuma preferência. As menores listras percebidas pela criança correspondem à sua acuidade visual.
O examinador observa, através de um orifício localizado no meio do cartão, o movimento que a criança realiza para fixar um lado ou o outro.
Muitas vezes é necessário realizar mais de um teste, principalmente em bebês muito pequenos.

Na foto, observa-se uma das reações esperada na criança com o teste. Muitas vezes, ela move a cabeça em direção às listras, outras vezes move apenas os olhos.



Após o teste, os pais ou responsáveis pelo bebê recebem uma ficha com o resultado do exame. Esta ficha deve ser guardada e apresentada ao médico e examinador no próximo teste de acuidade visual, para que possa se fazer a comparação de sua evolução visual.


A partir de que idade o bebê deve começar a fazer este teste?A criança pode fazer este teste a partir dos primeiros dias de vida até a idade verbal, ou seja, até cerca de dois anos de idade. Nada impede que este teste seja aplicado em crianças maiores em casos especiais. O importante é notar que a visão de cada olho pode ser medida separadamente. Isto ajuda o oftalmologista conhecer as diferenças de cada olho e tratar precocemente casos como ambliopia, por exemplo.

" O FUTURO DO SEU PREMATURO "

Passeando pela net, descobri um site muito interessante.
Segue o link: http://brasil.babycenter.com/baby/prematuro/futuro/

Encontrei nele dúvidas básicas que nós "mães de bebês prematuros" temos. Relacionei as que mais me chamaram atenção!



Meu bebê nasceu prematuro. Ele vai ter problemas de saúde mais tarde?
Cada bebê é diferente, portanto não há uma resposta que sirva para todos. Quanto mais prematura tiver nascido a criança, maior será a probabilidade de ela ter alguma sequela.

O estudo britânico EPICure acompanhou bebês que nasceram até 25 semanas de gestação (o normal é a partir de 37 semanas, até 42, no máximo). Muitos deles não chegaram a sobreviver. Os outros foram observados até completarem 6 anos de idade. Os problemas mais comuns foram pulmonares, neurológicos e de desenvolvimento.

É importante lembrar, no entanto, que esse estudo avaliou os chamados superprematuros. Não há pesquisas tão abrangentes sobre bebês prematuros nascidos mais tarde. Em termos gerais, quanto mais tempo a criança ficar no útero, mais chance tem de crescer em perfeita saúde. O melhor prognóstico é para bebês nascidos depois de 33 semanas de gravidez.

Quais são os problemas de saúde mais comuns dos prematuros?

É comum que os prematuros tenham problemas respiratórios logo ao nascer. Isso acontece porque os pulmões não chegaram a amadurecer antes do parto. Assim, o bebê pode precisar de um aparelho de ventilação mecânica ou de um dispositivo menos agressivo, chamado CPAP (sigla em inglês para pressão positiva contínua das vias aéreas). Alguns bebês recebem alta com indicação de oxigenoterapia domiciliar, ou seja, ainda recebem oxigênio em casa, por algum tempo.

Há bebês prematuros que nascem com problemas cardíacos, que podem precisar de cirurgia. Logo depois do nascimento, os prematuros também ficam vulneráveis a hemorragias cerebrais, a infecções graves e a problemas intestinais. Os médicos e enfermeiros vão monitorar o bebê o tempo todo, num centro de terapia intensiva, para detectar rápido qualquer indicação de anormalidade.


Meu prematuro vai sentar, engatinhar, andar e falar na mesma idade que os outros bebês? Você vai precisar se adaptar à idade corrigida do bebê. Pense na idade do seu filho como se ele tivesse nascido na data prevista para o parto, ou seja, quando a gestação completaria 40 semanas. Assim, se o neném nasceu dois meses antes da data prevista, deve alcançar esses marcos do desenvolvimento dois meses depois que outras crianças que tenham nascido no mesmo dia que ele, mas com a gestação completa. Não se esqueça de que, mesmo para crianças nascidas no tempo certo, essas datas são muito variáveis: há crianças normais que andam aos 8 meses e crianças tão normais quanto que só vão andar com 1 ano e meio.

Se não houver nenhum outro problema de saúde, as diferenças provavelmente deixarão de ser perceptíveis mais ou menos por volta do segundo aniversário.

É verdade que prematuros podem ter problemas de visão e até ficar cegos?

Prematuros correm o risco de ter uma doença chamada retinopatia da prematuridade, principalmente quando nascem com baixíssimo peso, menos de 1 kg. A doença é bastante comum, mas tem tratamento desde que acompanhada. Especialistas recomendam que prematuros tenham os olhos examinados com entre 4 e 6 semanas. O acompanhamento oftalmológico deve ser mais frequente que entre crianças nascidas com o tempo de gestação normal, porque também há um risco maior de outros problemas, como o estrabismo. A ação dos pais é importante, já que esse acompanhamento acontece quando o bebê já teve alta hospitalar. O ideal é levar o bebê a uma consulta ao oftalmologista a cada seis meses, até completar 2 anos, mesmo que ele não tenha tido retinopatia da prematuridade.

Quem mais pode ajudar meu bebê a se desenvolver normalmente?

Enquanto a criança estiver internada no centro de terapia intensiva, a equipe de enfermagem e os médicos podem orientar os pais. Não hesite em fazer perguntas. São eles que vão orientar você a cuidar do bebê quando ele for para casa. Pode ser que seu filho tenha mais de um médico especialista, se ele tiver feito alguma cirurgia ou precisar de tratamento específico. O nutricionista e o fonoaudiólogo podem ajudar com as questões alimentares, e o fisioterapeuta com o desenvolvimento físico.




domingo, maio 01, 2011