terça-feira, junho 03, 2014

Adeus à dificuldade pra comer!!!

Oiii pessoal!

Na verdade estou em falta com o Blog. Minha vida tá tão corrida que não consegui mais atualizar o blog Desculpem!!

Tenho recebido várias postagens a respeito do post "O Breno não mastiga". Achei interessante se eu pudesse aqui comentar um pouco melhor do que anda acontecendo e do que aconteceu com o Breno.

Na realidade tudo é uma questão de perseverança e insistência. O Breno nunca foi chegado à alimentos doces ou alimentos gelados, por esse motivo optei por oferecer mais alimentos salgados e quentinhos.

Ah, aprendi também faz pouco tempo, que crianças que passaram muito tempo intubadas ou hospitalizadas perdem muito da sensibilidade do paladar, eis aí a explicação do breno preferir alimentos condimentados como é o caso do salame e mortadela.

Concedo minha vitória ao pão francês esse foi meu grande aliado hahaha.

Mas voltando um pouco, foi muito difícil conseguir fazer com que ele aceitasse os alimentos mais sólidos e alimentos mais gelatinosos. Eram poucas as opções que me restavam.

Apostei muito tempo em leva-lo em fonoaudiologas, médicos especializados... mas ao meu ver, foi tudo em vão!
A melhor terapia foi feita realmente em casa, por nós. Todos os dias insistiamos com miolo de pão com manteiga,  sucrilhos com leite e aos poucos em alimentos de dificil aceitação como é o caso da carde cozida.

Foram muitos episódios de rejeição, era automático a ânsia de vômito. Aos poucos fomos adquirindo confiança e estimulando o prazer em comer. Era difícil pra ele também pois não era nada prazeroso o momento da comida.

Depois que foi constatado que ele não tinha mais edema de glote e nenhuma limitação ao engolir, passamos a insistir em vários outros tipos de alimentos como é o caso de salgadinhos gelatina, danone, frutas...

Percebi que quando ele via outras crianças comerem ele insistia e tentava também. Muitas limitações somos nós os culpados pois não oferecemos alguns alimentos por medo da criança se engasgar.

Passamos a fazer a maior festa assim que ele colocava o alimento novo na boca conseguia mastigar e aos poucos engolir.
É muito importante e gratificante a criança perceber que os pais festejam alguma vitória.

Hoje depois de quase dois anos de insistência,  comer algumas coisas (como: gelatina, maçã...) é muito difícil.  Mas, não deixo de oferecer. É uma luta constante, cada dia uma vitória. Aprendi que a dedicação cura e que há sempre uma luz no fim do túnel, existem sempre grandes vitórias a serem comemoradas.

Para aqueles que passam pelo mesmo problema que eu passei, resumo tudo em uma unica palavra: paciência! Essa é a palavra chave. Tenham paciência. A criança não vai passar o resto da vida sem comer, existem as fases da perda de peso, do nervosismo... mas mantenham a calma. Tudo no seu devido tempo.

Apostem em paralelo alimentos de fácil aceitação: leite por exemplo.  Vá aos poucos que tudo vai dar certo, assim como deu pro Breno.

Se quiserem conversar escrevam no meu email particular: vivianpeltier@gmail.com

Bjosssss espero ter ajudado!!!

Ahhhh, esqueçam as dicas dos pediatras que aconselham deixaor a criança com fome kkkk isso ao meu ver é loucura!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário